Livro em papel ou e-book?

Livros de papel ou e-books? Virar página por página, ou correr o scroll? Cheiro de celulose ou de metal? Leitura noturna no conforto da cama e iluminado por um charmoso abajur ou um leitor com iluminação própria? Imensas livrarias e bibliotecas para procuras extensas ou uma simples pesquisa num mecanismo de busca, com segundos de duração? Grossos volumes de capa dura, ou não, pesando na mochila, ou bits contendo gigantesca informação sem peso nenhum? Dicionário ao lado do livro para consultas necessárias, ou fornecido junto ao software, anexo ao e-book, com o registro das palavras mais difíceis para consulta imediata?

Talvez uma das melhores coisas de leitores como o Kindle seja o evidente barateamento das obras literárias, já que não poderão cobrar por toneladas de papel, pela impressão, nem por capas dispendiosas, nem diagramações elaboradas, nem transporte, nem frete.

Mas um medo danado de o roubarem. Ou de cair no chão. Um livro cai e tudo bem. Você pega de volta, ele está praticamente intacto. Um Kindle cai e se espatifa. A grana pra comprar outro serve para algumas dezenas de livros tradicionais.

Sei não… Como qualquer novidade, é melhor esperar um pouco mais. A traquitana se torna mais “popular”, o preço cai…

Mesmo porque ando tão sem dinheiro que nem os livros novos de papel frequentam mais a minha prateleira.

Anúncios

Tags: , , , ,

7 Respostas to “Livro em papel ou e-book?”

  1. Noga Sklar Says:

    o Kindle não é de plástico, hehe… jogar no chão ainda não experimentei.
    http://www.noga.blog.br/2009/11/na-cama-com-o-kindle.htm

  2. Manoel Amaral Says:

    Caro Tibor,

    Primeiro gostaria de falar sobre sua entrevista em outro blog, gostei muito.
    Esclarecedora, problemas comuns de vários escritores.
    Sobre um livro que ainda não publicou, com nome de “Buraco da agulha”, devo informar-lhe (vc deve saber disso), já existe um livro publicado com este título…
    Sobre este artigo, achei interessantíssimo e poderia acrescentar que o Kindle seria muito útil para estudante, eliminando-se os livros impressos, pesados e desconfortáveis.
    Seria muito bom, se o Kindle fosse mais barato em convênio com as escolar.
    Esta idéia já foi lançada, em formado de Notebook, mas não deu certo. Quase que o Lula entrou nela, mas desistiu. Não era viável.
    Mande-me seu e-mail, desejo conversar mais.

    Abraços
    Manoel

  3. Cirilo S. Lemos Says:

    Ah, com o tempo ele vai ser igual mp3 players: para todos os gostos e bolsos (leia-se China). É só esperar mais. Mas os livros de papel são mais charmosos, bibliotecas têm mais clima… Mas um kindle (e similares) aliviariam o bolso. Na dúvida, fiquemos com os dois.

  4. Saint-Clair Stockler Says:

    Eu tô louco pra comprar o meu e-book reader (entre todos os que conheço, prefiro os da Sony). Mas não vou gastar 1000 reais num aparelhinho desses, no way. Quando chegar a uns 400 reais, começo a considerar seriamente a sua aquisição. Por enquanto, vou lendo na tela do celular mesmo. No momento, (re)leio Minority report. Li a primeira vez numa primeira edição PORCA da Record, lançada a toque de caixa pra pegar o filme nos cinemas, sem revisão alguma (aliás, suspeito que a pretensa “revisora” piorou o livro). Me lembro que paguei os tubos no livro e já na primeira ou segunda página me arrependi amargamente. A vontade era de ligar pra Record e devolver o livro, pedindo o dinheiro de volta. Curiosamente, a versão pirata do e-book que tenho não tem um erro… Deve ser de uma segunda revisão/reimpressão. Mas até hoje, a primeira edição desse livro está no meu topo da Piores Edições Brasileiras de todos os tempos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: