Alguém está de brincadeira.

O Wikipedia é um repositório de conhecimento, disso ninguém dúvida. Mas também oferece um cabedal de desinformação (Me refiro mais especificamente aos autores de destaque da “tegunda” onda). Incrível como é possível postar qualquer bobagem, lá. Como não quero rir sozinho, vamos rir juntos:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Fic%C3%A7%C3%A3o_cient%C3%ADfica_do_Brasil

 

Anúncios

Tags: ,

6 Respostas to “Alguém está de brincadeira.”

  1. Rauda Says:

    Heheheheh, po que merda é essa Tibor? Livro gringo no meio da “tegunda onda”, livro que nem saiu e já constando como importante, relevante, sei lá…
    Vou colocar o nome do meu vizinho lá, ele inventa cada história pra mulher dele. heheheheh

    • Tibor Moricz Says:

      Tem autor “relevante” da tegunda onda, lá, que não sabe escrever nem uma lista de compras direito….rs
      Juro que daria “um tudo” pra saber quem foi o responsável por aquilo! 😀

      • Hugo Vera Says:

        Quem foi o responsável por tudo aquilo não faço a mínima ideia!
        Agora quem acrescentou a “Space Opera” lá fui eu! Olha minha propaganda ali! Hahaha! Afinal, qualquer um coloca o que quiser naquela tranqueira de wikipedia.
        Agora, quanto ao texto desse “verbete”, acho que poderia um “especialista” de verdade refazer tudo do zero, se é que alguém deseja realmente contruibuir com aquilo. Talvez um Fábio Fernandes da vida, ou outra pessoa tão “gabaritada” quanto para falar de FCB… Tá um pouco confuso aquilo.

  2. Tweets that mention Alguém está de brincadeira. « -- Topsy.com Says:

    […] This post was mentioned on Twitter by Antonio Luiz MCCosta, tmoricz. tmoricz said: Alguém está de brincadeira. http://wp.me/pAp8d-LT […]

  3. Roberto de Sousa Causo Says:

    Acho que você deveria ficar longe da cena do crime, Huguinho. E considerando que a Internet é o locus ideológico da Terceira Onda, não pega bem chamar a Wikipedia de “tranqueira”.

    E para o “especialista” que se apresentar, algumas observações: Jorge Luiz Calife e Braulio Tavares (que também foi publicado no Brasil e em Portugal) estão entre os destaques da Segunda Onda, e não da Primeira Onda (1958-1972) Geração GRD (1960-1965) — eles não têm idade para terem participado desse período.

    Outros destaques da Segunda Onda incluem Henrique Flory, Ivanir Calado, Daniel Fresnot, Ivan Carlos Regina (o criador do Movimento Antropofágico da Ficção Científica Brasileira) e Roberto Schima (ganhador do Prêmio Jerônimo Monteiro, o primeiro concurso nacional de contos de FC).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: