O Peregrino, em busca das crianças perdidas dá a cara a tapa.

Meses atrás tive uma ideia que julguei interessante: reunir um grupo de resenhistas para ler e avaliar O Peregrino, em busca das crianças perdidas, com o intuito de divulgar suas impressões antes da distribuição oficial do livro.

Mas a proposta era de que essas resenhas só fossem publicadas se o livro de fato merecesse elogios. Pode parecer estranho, mas minha intenção era/é a de usar as resenhas como ferramenta de marketing. Isso não significa que se o livro não causar boa impressão, eles deixarão de resenhá-lo. Vão. Mas publicarão a crítica, nesse caso, só depois do lançamento.

Nunca pedi a ninguém que me fizesse resenhas positivas na base da amizade e nunca vou pedir. Não me presto a canastrices.

Assim sendo, os resenhistas/críticos aceitaram a missão e trataram de ler o original em PDF que lhes enviei e logo vocês terão a oportunidade de saber o que pensam a respeito de O Peregrino, em busca das crianças perdidas.

Quem são eles? Ficarão sabendo na semana que vem.

Cada resenha será postada no blog de domínio do resenhista contatado num dia diferente, começando na segunda-feira, dia 28 de março.

Encontraremos-nos lá.

Anúncios

Tags: , , , , , ,

3 Respostas to “O Peregrino, em busca das crianças perdidas dá a cara a tapa.”

  1. Camila Fernandes Says:

    Tibor, considero as resenhas como ótimas ferramentas de marketing. Por que não? Desde que sejam feitas, como você mesmo apontou, com sinceridade, acho muito válido. Fora que muitos de nós, escritores-leitores-resenhistas, não dispensam a oportunidade de ler e avaliar um novo livro.
    Desejo sucesso com os leitores selecionados. Que eles gostem do livro e suas avaliações motivem o grande público a adquirir a obra.
    Beijão.

  2. Arthur Duarte Says:

    Acho curioso dizer que dá a cara a tapa quando só vai publicar as resenhas favoráveis pra não prejudicar a venda do livro…

    • Tibor Moricz Says:

      Se você leu direito (e acredito que tenha), deve ter reparado que as resenhas negativas (se existirem entre o grupo contatado) serão publicadas após o lançamento (duas semanas depois). Ou seja (deixa eu desenhar), O livro dá a cara a tapa já que se dispõe a receber as boas e as más resenhas, com humildade. Umas agora, outras depois. Privilegiar a publicação de umas em detrimento de outras com pouca antecipação é só um jeito de impulsionar o interesse do leitor nesses momentos iniciais, nada, a meu ver, criminoso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: