Chega de pasmaceira!

O meio literário está tão apagado, tão sem assunto, tão apático, que estou pensando em reativar o É só outro blogue e dar novas cores e tonalidades a esse meio que anda tão acabrunhado.

Se acharem que já era tarde, que essa decisão devia ter sido tomada há mais tempo, que a literatura especulativa nacional anda precisando de escândalos, polêmicas e tiroteios, deixem seus comentários manifestando suas mais sublimes opiniões.

E vamos que vamos. Essas panelas que formam a FC&F precisam de umas remexidas para se sentirem vivas.

Mesmo porque, pelo que vi, ninguém no meio tem peito suficiente pra fazer isso.

Bando de cagões.

Tags: ,

14 Respostas to “Chega de pasmaceira!”

  1. Pedro Dobbin (@pedrodobbin) Says:

    Pelo seu comentário no twitter pensei que era alguma coisa bem polêmica, mas pelo visto é um convite a ela.

    Acompanhei a polêmica sobre as ondas sem entender direito lá no CLFC. no começo até pensei que eram todos surfistas…risos…

    Bem, vou aguardar e observar o que acontece pode aqui. De qualquer forma acho que qualquer iniciativa que tenh por objetivo “sacudir” as coisas é sempre bem vinda.

    Abraços,
    Pedro Dobbin

  2. Antonio Luiz Says:

    Sinceramente? Acho que as polêmicas esfriaram por que está todo mundo muito ocupado. Só a Editora Draco tem sete antologias em aberto para receber contos neste momento – e eu, por exemplo, tenho interesse em participar de pelo menos quatro delas (e talvez de uma de outra editora).

    • Tibor Moricz Says:

      Sem querer puxar a sardinha para a minha brasa, mas já puxando, as polêmicas esfriaram porque deixei de postar no blogue por quase
      três meses…rs… Não dei assunto para a plateia deblaterar. Vou tentar compensar a ausência. Se mesmo comigo cutucando ninguém
      se mexer, então vou começar a considerar seu argumento definitivo.

  3. Alvaro Domingues (Pai Nerd) Says:

    Que tipo de polêmica você procura?
    Nunca se produziu tanto FC, Horror e Fantasia no Brasil. Os lançamentos estão cheios de pessoas interessantes (você pode dizer, são sempre as mesmas), há eventos de fãs (JediCon, Hobbitcon, eventos de Trekkies e Stempunk, etc..) E o CLFC mais uma vez tenta se reerguer a partir de algumas pessoas com pique, sacudindo a poeria e cutucando alguns dinossauros acomodados.
    Falta muito ainda, sem dúvida. Talvez a ausência de um prêmio realmente de peso e com critérios transparentes o esteja incomodando. Ou quem sabe um arrancar rabo entre dois ou mais bersequers estilo Roberto Causo, Ana Cristina, você mesmo ou Luiz Bráz.

  4. Bruno Cobbi Says:

    Larga esse blogue e vai escrever, Tibor.

    • Tibor Moricz Says:

      E quem disse que não estou escrevendo? Tenho cerca de 70% de meu novo romance, pronto. Quando for publicado, vai calar a boca de um monte de gente…😉

      • Bruno Cobbi Says:

        Sei que está. Não disse o contrário.

        O que eu disse foi: polemize menos, escreva mais.

        Só a minha sugestão, lógico.

        Gosto mais quando a polêmica flui naturalmente, sem forçar a barra.

  5. Roberto Causo Says:

    Polêmica não é sinônimo de briga nem de impertinência — embora freqüentemente haja uma coincidência entre essas coisas e a polêmica.

    A outra coisa é que parece que há uma série de polêmicas existentes no campo da FC e da fantasia no Brasil, mas polêmicas abafadas, porque não se deseja balançar o barco, melindrar ou parecer brigão ou impertinente.

    Semana passada ou na anterior, Tibor pegou uma discussão que rolava entre Cesar Silva e Marcello Branco no Twitter e a jogou na Lista do CLFC. O tópico era a situação de qualidade e de projeto, da chamada Terceira Onda da FC Brasileira.

    Resultou numa série de questões levantadas e rebatidas, embora o detabe tenha esfriado e caído na impertinência porque, entrou no canal ressentimentos e derivações sobre como se conduzir carreiras no campo da FC/F no Brasil, dificuldade de ser resenhado, etc. Não era essa a questão, que era uma de qualidade e projeto, em comparação com as “ondas” anteriores — a Primeira (1958-1972) e a Segunda (a partir de 1982).

    Enfim, o outro problema não é de polêmica criada ou espontânea, mas o fato de que não há opiniões fortes a respeito dessa literatura, em trânsito hoje em qualquer veículo. Mas deveriam.

    A ausência de opiniões é certamente mais danosa, do que a presença delas.

  6. Roberto Causo Says:

    Outra polêmica latente é o lugar do “novo” na Terceira Onda, que começou anunciada como aderente ao novo contra o velho. O quadrinista Alexandre Lancaster foi um dos mais vocais nesse sentido, mas posteriormente o argumento arrefeceu ou foi sublimado na campanha por subgêneros “novos” como steampunk, New Weird, new space opera, weird western, etc., etc.

    Mas agora Lancaster lançou a sua revista (muito bacana, por sinal), a “Ação Magazine”, de quadrinhos brasucas estilo mangá, e tem como lema “Junte-se ao novo! Seja o novo!”.

    Mas no plano do que desejaria a Terceira Onda, que “novo” é esse? É apenas o fetiche modernista do novo, algo que muitos intelectuais daqui e de lá (Tzvetan Todorov, Antoine Compagnon, Gianni Vattimo) têm condenado como insuficiente, ou há uma proposta interessante em torno do novo, que não foi articulada ainda?

  7. Bruno Cobbi Says:

    “A ausência de opiniões é certamente mais danosa, do que a presença delas.”

    Onde clica para curtir isso?🙂

  8. Osame Kinouchi Says:

    Vamos supor que um autor (como eu) queira escrever contos a la Stanislaw Lem, ou seja, contos filosoficos em vez de historias de aventuras, punk qualquer coisa etc.

    Em que sentido isso seria novo, dado que Lem é da decada de 60. Por outro lado, por que nao temos o nosso Lem brasileiro, o nosso Borges brasileiro? Alguem tem um educated guess sobre isso?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: