Posts Tagged ‘Madame Borboleta’

Valor Comercial x Valor Literário

21/03/2012

Ontem retuitei os seguintes tuites da Madame borboleta (@mmeborboleta):

Madame Borboleta
Você acha que as editoras publicam literatura de qualidade? Te digo: Não. Publicam literatura que vende.

Madame Borboleta
A qualidade literária não tem absolutamente nada a ver com o mercado editorial. Qualidade é o último critério para publicação de uma obra.

Depois fiquei pensando sobre o assunto.

Valor literário e Valor comercial não são características excludentes. Sabemos todos que as editoras vivem de vender livros. Esse é seu negócio. Precisam comercializar muitos livros de Valor comercial para poder publicar alguns livros de Valor literário. O eventual lucro de uns para bancar o eventual prejuízo de outros.

Mas quem disse que um autor preocupado em escrever um bom plot não pode também elaborar a prosa para oferecer ao leitor uma mistura aprazível de qualidades?

Falando em literatura de gênero mais diretamente, atenção à estética e ao estilo não prejudica a fruição de uma boa e emocionante história.  Unir o útil e importante ao agradável e necessário é trabalho difícil mas vital para quem se preocupa com a própria imagem. Com a posteridade. As melhores histórias são aquelas cuja prosa também encanta. São as que sobrevivem na memória dos leitores. Não são descartáveis, não vão para o limbo.

Assim, diferenciar um do outro, separar o comercial do literário só é compreensível a autores que não dominam uma dessas ferramentas. E esses perdem muito. Uma boa história seja lá qual for o argumento, desde que se sustente, ganha peso se  estiver lastreada no esmero com a linguagem.

Não há nada mais terrível que enxergar uma boa ideia atrás de um monte de entulho, misturado em lixo narrativo.

Em que grupo de autores você está? Em que grupo de autores você quer estar?


Pedro Moreno

Portfolio Online

Blog do Vianco

A vida de um escritor, roteirista e dramaturgo de Osasco.

Além das estrelas

Fantasia, ficção e ciência

frombartobar.wordpress.com/

Just another WordPress.com site