Posts Tagged ‘Mega Store Saraiva’

Alma e Sangue – O império dos vampiros. Como foi o lançamento.

13/11/2009

 

imperio_frente_alta_3

Estive no lançamento do livro Alma e Sangue – O império dos vampiros, de Nazarethe Fonseca, na Mega Store da Saraiva, no Shopping Pátio Paulista, em São Paulo. Estava marcado para iniciar as 19h00 e cheguei lá perto das 20h.

Ainda não conhecia a Mega Store da Saraiva e fiquei bastante decepcionado com o espaço reservado para lançamentos. Sinceramente, a cozinha da minha casa é maior do que aquilo. Melhor teria sido se fosse dentro da livraria, sem espaços determinados, misturado aos habitués. Favoreceria o contato da autora com leitores não específicos.

Mas não é de espaço que estou aqui para falar.

Logo quando cheguei fui recepcionado pelo Adriano Fromer Piazzi, Cappo de tutti cappi na Editora Aleph, anfitrião mais que eficiente que me fez trocar o copo de água pelo de frisante. E ainda deu um toque discreto no garçom para não deixar meu copo vazio. Ocupamo-nos por bastante tempo, falando sobre a editora, lançamentos presentes, passados e futuros.

Obrigado, Adriano! Voltei trançando as pernas para casa. Devo-lhe o tropeção na calçada mal assentada e o quase cabeceio num poste metálico de “proibido estacionar”.

Assim que as formalidades nos obrigaram a tomar rumos diferentes fui cair nas mãos de Giulia Moon, a autora de vampiros que mais respeito, depois de Martha Argel. Ambas são as Asimov e Clarke do gênero no Brasil (o garçom, um tipo estranho de fundamentalista, me seguia onde quer que eu fosse, completando meu copo ao menor gole). Simpaticíssima, sempre. Uma pessoa maravilhosa, sorridente e comunicativa. Conversamos sobre o lançamento do dia, mercado editorial, sobre Kaori – Perfume de Vampira, sobre Martha Argel e seu livro O vampiro da mata atlântica, sobre conhecidos mútuos e que tais.

Inclusive sobre queixos que se encaixam harmoniosamente sobre cocurutos. Mas esse é um assunto cujos detalhes não revelarei nem sob tortura.

Assim que ela se foi, arrastada por outras pessoas, encontrei-me com o Eric Novello e aproveitei para lhe devolver dois livros, não, um. Não, dois. Não, um. Então fica com os dois, caramba.

Como estava tentando dizer, para lhe devolver UM livro (o outro o Saint-Clair deve ter roubado de alguma livraria e fez confusão pensando que era dele). Entreguei ambos os livros. Saco cheio de carregá-los. Um ele guarda, outro ele lê.

Como o Eric era fotógrafo oficial da Nazarethe Fonseca, não pude conversar com ele por muito tempo. Fui interceptado pelo Sergio Pereira Couto (ou eu o interceptei, o álcool não me deixa pensar direito) e conheci uma pessoa fascinante. Um fã de Dan Brown… rsrs.

Autor de dezenas de livros. Um desmistificador oficial. Um padre Quevedo especializado em sociedades secretas. Um cara (disse que é jornalista, mas hoje qualquer um pode ser jornalista… rs) incrível e cativante. Conversa boa em qualquer ocasião. Espero que surjam outras.

E o lançamento? Foi morno. Como o espaço era pequeno, dava sempre a impressão de estar cheio. Mas o público flutuante perdia em muito para o fixo. Assim, Alma e Sangue – O despertar do vampiro não conseguiu impressionar, ficando, em termos de público, naquela média conhecida, comum aos lançamentos de autores nacionais de gênero.

Foi um fracasso? Claro que não. Fiquei feliz pela Nazarethe Fonseca. Depois de se livrar dos grilhões que lhe impunha a Novo Século, e com indicação minha à Aleph (eu a apresentei ao Adriano, recomendando-a enfaticamente), hoje está feliz e vendendo bem (dentro, claro, das expectativas. Sem explosões inusitadas). Seus livros ganharão continuações e o mercado terá oportunidade de conhecer essa boa escritora. Que ela seja um arauto de mudanças e nos favoreça, a todos, nessa dura jornada.

Bati um papo breve com os capistas dos livros. Cumprimentei a Nazarethe rapidamente, escapei da sanha quase assassina do garçom que me seguiu até próximo da escada rolante e fugi para a rua, para o ar livre e para os tropeções.

Se acordar amanhã com dor de cabeça, vou responsabilizar a Aleph. Acho até que vale processo.


Pedro Moreno

Portfolio Online

Blog do Vianco

A vida de um escritor, roteirista e dramaturgo de Osasco.

Além das estrelas

Fantasia, ficção e ciência

frombartobar.wordpress.com/

Just another WordPress.com site